Responsáveis por tortura contra trabalhador são presos em MG

Na manhã da última segunda-feira (19), os responsáveis por uma sessão de tortura contra um trabalhador na região do Vale do Rio Doce no Maranhão foram presos.

A prisão é resultado da operação ‘Al Capone’ na cidade de São Sebastião do Maranhão e que tinha como principal foco o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva para apurar o caso de tortura.

A policia não liberou o nome dos irmão de 38 e 35 anos, também não foi revelada a identidade do autor das imagens. As agressões ocorreram em setembro de 2017

O caso

Foto: Reprodução/Facebook

O homem que aparece na imagens sendo torturado trabalhava em uma construção na fazenda de propriedade de um dos irmãos e foi acusado de ter furtado de sua propriedade oito ovos de galinha.

Ainda segundo a polícia civil o vídeo foi gravado e divulgado nas redes sociais com espécie de ameaça para opositores e inimigos dos irmãos. A investigação ainda revelou que além de torturadores os irmão são traficantes da região.

Segundo o site oficial da polícia civil de Minas Gerais, a operação resultou na prisão dos três suspeitos e na apreensão de mais de R$ 6 mil em dinheiro, um cheque no valor de R$ 2 mil, várias roupas camufladas semelhantes às utilizadas pelo Exército, diversos documentos comprovando intensa movimentação financeira, relógios de luxo, vários aparelhos celulares, além de quatro automóveis – um deles blindado -, e uma motocicleta. Todos esses veículos apresentavam indícios de adulteração.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Durante a operação o responsável pela gravação das imagens ainda tentou eliminar provas e fugir do local, mais foi contido pelos policiais. O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil em Santa Maria do Suaçuí que fica há 50 minutos da cidade palco das agressões.

Direitos humanos?

O caso é um verdadeiro tapa na cara de uma sociedade onde muitos criticam e comemoram a morte de defensores dos direitos humanos no país.

O que houve no vídeo foi uma grave violação destes direitos, bem como as leis trabalhistas, presume-se que o homem agredido seja também mais uma vítima da crescente onda de precarização das condições e direitos trabalhistas no país, uma vez que o mesmo não deveria estar protegido com as leis trabalhistas.

Ao contrário do que muitos “juristas de internet” afirmam por aí, os direitos humanos são as garantias minimas de sobrevivência e qualidade de vida que todo ser tem direito a receber.

Direitos humanos e leis trabalhistas são e sempre irão servir para evitar que você sofra situações como a do trabalhador no vídeo e caso às sofra, saiba que que pelo menos os culpados serão punidos e a justiça será feita.

Leia também: Um país perigoso para lutar por direitos

Leia também